ECONOMIA DE ENERGIA: NÃO DEIXE O VERÃO PESAR NO BOLSO

As altas temperaturas de verão nos levam a beber mais água, a utilizar mais protetor solar e a gastar mais energia em casa com refrigeração, banhos e lavagens de roupas. O resultado é o aumento explosivo da conta de luz. Separamos algumas dicas para nos ajudar com a economia de energia em casa e assim deixar a conta menos “salgada” no fim do mês.

O calorzão de verão é próprio dos nossos trópicos. Praia, clube e piscina, boné, água de coco e protetor solar compõem a nossa fórmula básica para enfrentarmos as altas temperaturas desta época do ano. Mas outros itens também fazem parte desta “receita”. No verão, abusamos muito do ar-condicionado e tomamos, em muitos casos, mais de um banho por dia. Suamos mais e, com isso, lavamos e passamos mais roupas. Com o calor batendo à porta, dormimos menos e deixamos as luzes de casa mais tempo acesas. O resultado é uma conta de luz nas alturas, como os termômetros! E tudo isso logo no início do ano, quando temos muitas contas para pagar – IPTU, IPVA, matrículas…

A boa notícia é que a solução está em nossas mãos e atende pelo nome de economia de energia. Só assim vamos conseguir baixar o preço da conta de luz e viver um verão mais leve e sem preocupações.

Mas como economizar em algo tão essencial quanto energia?

Dois passos básicos e simples vão nos orientar neste caminho:

1º passo: Estamos utilizando os equipamentos certos em casa?   

Devemos priorizar aparelhos que consomem menos energia. Eles vêm com uma etiqueta do Selo Procel de Economia de Energia. Nos eletrodomésticos, por exemplo, a etiqueta classifica os aparelhos da categoria A (mais eficiente) à G (menos eficiente). Quanto mais eficiente o equipamento, menos energia ele consome na sua operação e, portanto, nossa conta de luz fica mais barata.   

2º passo: Estamos de olho nos vilões do consumo de energia?

Se buscamos economia de energia, precisamos dar especial atenção aos aparelhos-vilões do consumo: ar-condicionado, geladeira, chuveiro elétrico, ferro de passar, máquina de lavar roupa e a iluminação.

Não vamos deixá-los de lado, é claro! Porém, podemos tomar alguns cuidados para que esses equipamentos, tão gastadores de energia, consumam menos quilowatts durante o mês e, assim, aliviem a nossa conta de luz:

Chuveiro elétrico  

Evitar banhos demorados e, se possível, utilizar a chave na posição “Verão”, na qual a economia de energia é de 30%.

Ar-condicionado

. Desligar o aparelho em ambientes desocupados.

. Se ele estiver ligado, certificar de que portas e janelas do recinto estejam fechadas, para não haver desperdício de energia.

. Limpar sempre os filtros: a sujeira força o aparelho a trabalhar mais, gastando energia.

Geladeira

. Procurar não abrir a porta da geladeira por tempo prolongado.

. Não usar a parte de trás do equipamento para secar panos e roupas. Isso força o motor da geladeira a trabalhar mais, consumindo mais energia.

Ferro de passar

. Acumular o maior número de peças de roupa e passar todas de uma vez. Assim ligamos o ferro o mínimo de vezes possível.

. Desligar o ferro quando precisarmos interromper o seu uso.

Máquina de lavar   

Colocar o máximo de roupas quando formos utilizá-la, respeitando seu limite de peso.

Iluminação

. Manter as luzes apagadas em ambientes desocupados também é economia de energia.

. Dar preferência às lâmpadas de LED ou fluorescentes: iluminam melhor, duram mais e consomem menos energia.

. Aproveitar a luz natural, abrindo cortinas e persianas.

Nada de pagar a conta com atraso!

De nada adianta todo o esforço para ser bem sucedido na economia de energia se você pagar a conta com atraso, certo? Por isso, é importante organizar-se. Nesse sentido, o app papelada pode ajudar bastante: ele organiza nossas contas e faturas em um ambiente virtual único, acessível pelo computador, tablet ou celular. Com as contas cadastradas, a ferramenta nos avisa dos vencimentos, evitando que deixemos de pagar nossas contas por esquecimento ou mesmo por termos perdido o papel. Outra facilidade bastante útil é poder acompanhar a evolução dos gastos com a conta de luz mês a mês, através de resumos e gráficos disponibilizados automaticamente pelo papelada.  Cadastre-se já!