Ceia de Natal farta e barata: é possível sim!

Fuja da correria e supermercado lotado: veja nossas dicas e tenha uma ceia de natal farta e que cabe no seu bolso.

Ceia de Natal com ou sem passas no arroz? Brincadeiras a parte, a verdade é que todo mundo ama comidas natalinas. Mas se para você, comilança rima com gastança, hoje vamos te ensinar a montar uma ceia de natal farta, gostosa e barata. Vem com a gente!

1) Mais (pessoas) é menos (dinheiro)

Fazer a ceia em conjunto com seus familiares e amigos é uma boa aposta para economizar.

Você pode optar por algo mais relax, como cada um levar um prato, bebida ou sobremesa, ou definir um cardápio e ratear os custos entre os participantes.

2) Não deixe nada pra véspera

Fazer compras em supermercado na véspera de Natal é receita para estresse e gastar demais. Afinal, ninguém vai querer entrar em mais de uma loja e enfrentar mais que uma fila no caixa para comprar itens mais em conta, certo?

3) Fartura sem desperdício

Faça uma lista de convidados e faça as compras de acordo com a média de que cada pessoa vai, de fato, consumir. Para facilitar, veja abaixo qual o rendimento de alguns pratos da ceia de Natal:

Peru ou chester: 12 pessoas

Tender: 6 pessoas

Pernil pequeno: 4 pessoas

Pernil grande: 9 pessoas

Lombo ou lagarto recheados: 8 pessoas

Frango: 5 pessoas

Para uma ceia grande, aposte em dois pratos principais e capriche nos acompanhamentos, como arroz de forno, salpicão de frango, etc. Isso dá mais opções aos convidados ao mesmo tempo que barateia o custo!

4) Evite a ressaca

Além de sair caro, o excesso de bebida pode gerar saias justas e uma ressaca (moral ou não) desnecessárias. O ideal é calcular a média de consumo e pesquisar preços antes da compra.

5) Aposte nas sobremesas tradicionais

Tem gente que não nega um docinho, mas com tanta comida, muitas pessoas acabam nem comendo sobremesa.

A dica é investir em frutas da estação  – que são mais baratas e ainda vão ajudar na digestão – e sobremesas tradicionais como gelatina colorida, panetones e pavês, que podem contribuir para decoração da mesa.

6) Decoração criativa

E por falar em decoração, aqui a criatividade é a mãe da economia.

Uma boa sugestão é espalhar bolas da árvore e usar fitilhos nas cores verde e vermelha para fazer laços nas taças ou para prender os guardanapos de tecido.

Outra ideia é utilizar os próprios pratos da ceia de natal como decoração, seja montando saladas em formato de árvore de natal ou espalhando frutas e docinhos pela mesa.

7) Se sobrar, reaproveite!

Se você fez o possível para não sobrar muita comida e mesmo assim sobrou, reinvente!

Bolinhos de tender, lanches de pernil ou um fricassé de peru são apenas algumas sugestões de como reutilizar os pratos e não desperdiçar comida.

Feliz Natal!

Pode parecer bobeira, mas pequenos gestos podem fazê-lo ter o mesmo nível de satisfação por menos dinheiro. É uma questão de conscientização e consumo consciente. Aliás, duas coisas que combinam bem com o espírito natalino. Feliz Natal!