Empréstimo consignado: vale a pena contratar?

Empréstimo consignado: conheça vantagens e desvantagens

Empréstimo consignado é uma opção de crédito para quem trabalha com carteira assinada, é funcionário público, aposentado ou pensionista do INSS.

Apesar de ser visto como uma ótima opção devido a taxa de juros mais baixa que outras linhas de crédito, ele tem outras vantagens e também desvantagens.

Sendo assim, listamos abaixo os prós e contras desta modalidade para que você tome a melhor decisão e não comprometa seu orçamento:

Vantagens do empréstimo consignado

Taxas de juros menores

Como falamos acima, um dos grandes atrativos desta modalidade em relação às demais linhas de crédito do mercado é a taxa de juros mais baixa.

Enquanto num empréstimo consignado podemos encontrar uma taxa de juros mensal de 2,08%, a mesma instituição financeira oferece taxa de 4,87% a.m. para crédito pessoal.

Essa diferença acontece justamente porque no primeiro a dívida é descontada diretamente do pagamento, então o banco tem garantia de que irá receber de volta o que emprestou.

Facilidade para contratar, até com o nome sujo

Como o banco tem garantia de recebimento, há pouca burocracia na hora de contratar e liberar o empréstimo consignado.

Ou seja, optando por esta modalidade, o dinheiro estará na sua conta muito mais rápido para você usufruir.

Além disso, essa garantia também permite aos bancos fazerem concessões a pessoas com o nome sujo, afinal como as parcelas serão descontadas diretamente, as restrições de crédito perdem peso.

Finanças organizadas

Como as parcelas da dívida saem do seu salário ou benefício antes que esse dinheiro entre na conta corrente, você não corre o risco de gastar demais e não conseguir pagá-las.

Isso facilita bastante o controle do orçamento pessoal, que deve sofrer um ajuste nas receitas, subtraindo o valor mensal a ser descontado para que você possa organizar seus gastos sem sustos.

Desvantagens do empréstimo consignado

Risco de perder o emprego

Se você trabalha em uma empresa privada, caso fique desempregado, terá de quitar a dívida de uma vez só ou trocá-la por outro empréstimo, que com certeza custará mais caro.

Além disso, independente da opção que você escolher, é comum o contrato de empréstimo consignado prever o desconto de até 30% do valor da rescisão, então é bom ler todo contrato atentamente antes de assiná-lo.

Dívida a longo prazo

O que parece ser uma grande vantagem – ter um prazo mais longo para quitar a dívida, em alguns casos chegando a 120 meses – pode acabar virando um grande problema.

Imprevistos acontecem o tempo todo e se um deles abalar seu orçamento com novos gastos ou o aumento nos gastos correntes, é possível que você tenha que entrar em mais dívidas para resolver.

Sendo assim, reflita bastante antes de contratar qualquer empréstimo e, principalmente, comprometa o menos possível sua renda com as parcelas.

Sem chance de adiar

Apesar de ajudar na organização do seu orçamento, não ter autonomia para adiar ou suspender o pagamento do débito pode se tornar um problema.

Além disso, o empréstimo consignado não tem muita burocracia na hora da contratação, mas você pode enfrentar dificuldades para renegociá-lo, caso necessário.

Conclusão

Fazer um empréstimo consignado para sair de uma emergência financeira ou de uma dívida mais cara é uma boa opção desde que você conheça bem as condições do crédito e se programe para viver com um orçamento mais apertado por determinado período.

Assim como qualquer outra decisão financeira, você deve ponderar todos os prós e contras e, principalmente, fazer uma simulação de como ficará suas contas com a grana mais curta.

Afinal, empréstimo consignado serve para te tirar do sufoco, não para te colocar nele!