Finanças pessoais: 5 lições que aprendemos nos filmes

Spoiler: as produções abaixo vão te ensinar o que NÃO fazer com suas finanças pessoais

Normalmente, os filmes são uma opção de entretenimento, mas eles podem nos ensinar valiosas lições de como lidar com nossas finanças pessoais.

Dos desastrosos efeitos da ganância e corrupção aos perigos da gratificação instantânea, há muitos filmes que poderosas dicas financeiras.

Abaixo listamos 5 filmes com 5 lições valiosas para você se divertir e lidar melhor com seu dinheiro.

1) Um Dia a Casa Cai

Esta popular comédia dos anos 80 é um exemplo perfeito de como a aquisição de um imóvel baseada em emoções ao invés da razão pode trazer grandes prejuízos.

Nele, Tom Hanks e Shelley Long acabam comprando sua casa dos sonhos porque estavam fascinados com o vendedor.

Na verdade, eles deveriam ter feito um raio X da propriedade. O despreparo para arcar com todos os consertos que a casa precisava acabou com as finanças pessoais deles e os fizeram entrar em muitas confusões.

Lição aprendida: Se você está pensando em comprar um imóvel, assegure-se de que tudo está claro – desde a situação física até a documentação do imóvel. Não tome uma decisão emocional e tenha em mente o seu orçamento para não comprar algo que não poderá pagar depois.

2) Wall Street – Poder e Cobiça

Outro filme dos anos 80, Wall Street conta a história do corretor de ações Bud Fox, interpretado por Charlie Sheen, que se apaixona pelo estilo de vida dos ricos e poderosos.

Fox gasta dinheiro que não tem em um apartamento de luxo e peças de arte apenas para manter um padrão de vida compatível com o que ele almeja, deixando de lado qualquer escrúpulo ou ética para ajudar a pagar suas contas.

Este filme mostra o quanto as pessoas podem arriscar para manter uma aparência de sucesso.

Lição aprendida: Ganhar dinheiro honestamente ainda é a melhor maneira de conquistar seus objetivos. Viver dentro do orçamento – aprendendo a viver com o que tem – pode prevenir que você caia na bobagem de fazer dívidas e considerar qualquer atividade ilegal para financiar seu estilo de vida.

3) Os Intocáveis

Este filme estrelado por Robert De Niro vai fazer você pensar duas vezes sobre sua declaração de imposto de renda.

Nele, o FBI tenta de tudo para colocar o grande mafioso Al Capone atrás das grades. Mas apesar das sérias acusações de assassinato e extorsão, o governo só consegue prendê-lo pelo crime de sonegação de impostos.

Lição aprendida: Você pode até não ser um chefão do crime, mas deixar de fazer sua declaração ou declarar algo incorretamente pode trazer grandes prejuízos para suas finanças pessoais – como o pagamento de multas, diferença de impostos acrescidos de juros – além de outros problemas com a Receita Federal.

Lembre-se sempre dos prazos e, se precisar de ajuda, procure um contador de confiança.

4) A Rede Social

O filme de 2010 sugere que Mark Zuckerberg, o fundador do Facebook, pode ter roubado a ideia da rede social de dois irmãos que o contratou para construir uma rede similar.

Como mostrado no filme, Zuckerberg e os irmãos não tinham um contrato de trabalho formal que esclarecia os termos sobre a propriedade intelectual da ideia ou a não-competição entre eles.

Como resultado, os três travaram uma batalha nos tribunais e Zuckerberg acabou tendo que ressarcir os irmãos.

Lição aprendida: Antes de empreender, conheça as questões legais do negócio que pretende abrir. Ao ter uma grande ideia de negócio, não se esqueça de garantir os direitos intelectuais dela. Qualquer trabalho que você criou pode ser roubado ou usado de maneira inapropriada por outras pessoas. Fique esperto!

5) O Lobo de Wall Street

Esta super produção de 2013 conta a história de Jordan Belfor – um corretor de ações que pode vender qualquer coisa para qualquer um interpretado por Leonardo DiCaprio.

Ele não se importa se seus clientes estão ganhando dinheiro, o que importa é que ele está. Assim, Jordan leva seus clientes a investir em ações terríveis prometendo-lhes ganhos irreais e apelando para a ganância deles.

Enquanto os clientes perdem milhões, ele se torna um dos homens mais ricos em Wall Street.

Lição aprendida: Não deixe que a tentação de altos rendimentos mine sua habilidade de tomar boas e sólidas decisões financeiras. Não importa se você vai investir em ações, imóveis ou qualquer decisão que envolva grandes cifras, peça ajuda a pessoas de confiança e experts no assunto. Só assim você vai garantir que suas finanças pessoais continuarão protegidas.

 

Sabe aquele dito: a arte imita a vida? Não é à toa que Hollywood tem muitos exemplos de filmes devastadores para nossas finanças pessoais. Infelizmente, muitas pessoas ainda não se renderam ao planejamento financeiro. Furada na certa, concorda?

Então, vem com a gente. Baixe já o papelada: organize sua contas, deixe de pagar juros e multa e comece a acompanhar seu histórico de gastos! Que tal?