Imposto de renda: os prós e contras de entregar por último

Imposto de renda deve ser declarado até final deste mês

O prazo final para declarar o imposto de renda 2018 encerra-se dia 30 de abril e muita gente ainda nem baixou o programa da Receita.

O fato é que deixar sua declaração para última hora tem seus prós e contras, então avalie todos os aspectos listados abaixo e não deixe de prestar contas ao leão:

Prós

A pressa pode ser inimiga da perfeição

O maior pró para não sair correndo entregando sua declaração é poder fazer tudo com calma e evitar erros.

Mas entregar sua declaração no fim do prazo não significa deixar TUDO para última hora.

A ideia aqui é ir recolhendo todos os documentos e preencher a declaração de imposto de renda aos poucos para não esquecer de nada.

Essa tarefa pode ser muito mais fácil se você usar o app papelada, que guarda todos os comprovantes de pagamento num só lugar, tudo digital, disponível na palma da sua mão.

Para conhecer essa e outras funções do papelada, clique aqui.

Dinheiro corrigido

Se você tem restituição para receber, saiba que quanto mais demorar para entregar a declaração, mais vai esperar para receber seu dinheiro. E isso não é ruim.

Apesar da taxa SELIC ter sofrido grande queda nos últimos meses, ela é ainda paga mais que muita aplicação por aí, então deixar sua restituição sendo corrigida por alguns meses pode ser um bom “investimento”.

Contras

Congestionamento

Com o aumento no número de acessos ao sistema da Receita Federal nos últimos dias, é possível que o contribuinte sinta uma certa lentidão.

Para evitar esse congestionamento, não deixe para entregar seu imposto de renda nos últimos três dias do prazo.

Se não puder evitar, tente acesso na madrugada, quando o trafego costuma ser menor.

Malha fina

Como falamos lá em cima, deixar o imposto de renda para última hora, significa utilizar bem seu tempo para se certificar de que as informações prestadas estão corretas.

Qualquer inconsistência nos dados pode fazer com que o contribuinte caia na malha fina e tenha uma baita dor de cabeça.

E se eu perder o prazo?

Se o contribuinte não entregar sua declaração de imposto de renda até às 23h59 do dia 30 de abril, a primeira consequência será o pagamento de multa.

Assim que ele tentar declarar fora do prazo, a Receita vai emitir uma notificação de lançamento com o valor da taxa a ser recolhido.

Este valor vai depender se o contribuinte tem imposto de renda a pagar ou a restituir, sendo no mínimo R$ 165,74, podendo chegar a 20% do imposto devido.

Além disso, ficar sem declarar o imposto pode gerar muitos problemas, já que a situação do seu CPF ficará como “pendente de regularização.

Outras penalidades incluem não poder tirar passaporte, prestar concurso público ou tirar certidão negativa de venda de imóvel.

Portanto, você até pode deixar sua declaração de imposto de renda para última hora, mas em hipótese alguma deixe de entregá-la.

Para ajudar o contribuinte nesta missão, fizemos um post com as mudanças deste ano. Leia aqui e declare-se ao leão.