A MELHOR DATA PARA PAGAR UMA CONTA

Recebemos e pagamos dezenas de contas todos os meses. Mas já nos perguntamos qual é o melhor momento, do ponto de vista financeiro, para se pagar uma conta? É mais vantajoso antecipar o pagamento ou quitar na data do vencimento? A seguir, explicamos tudo!          

Quando chega uma conta, nós nos preocupamos inicialmente com dois aspectos: a data de vencimento e os valores cobrados. Se a cobrança estiver errada, entramos em contato com o emissor para a correção do valor. No entanto, perder o prazo de pagamento não nos dá uma “segunda chance”. Temos de pagar juros e multa.

Alguns preferem até pagar uma conta dias antes da data de vencimento. Agem assim para evitar o esquecimento da fatura e perda do prazo ou, às vezes, por pura conveniência – “eu gosto de pagar todas as minhas contas em um só dia, para ficar livre”.

Mas, qual o melhor dia para pagar uma conta? É vantajoso antecipar o pagamento de uma fatura?

A regra é simples: o melhor dia para pagar uma conta é na data de vencimento. Isso porque quanto mais tempo mantivermos nosso dinheiro aplicado, mais ele renderá.

Por exemplo, se optamos por pagar uma conta de luz cinco dias antes do prazo, estamos abrindo mão de cinco dias de rendimento sobre esse valor.

A regra de pagar a conta exatamente na data de vencimento é válida para quaisquer contas e faturas que não permitam descontos em caso de antecipação do pagamento. Contas de água, luz, gás, telefone, TV a cabo, condomínio, seguros, entre outras, se enquadram neste universo.

Pagamento adiantado de parcelas

Quando é vantajoso antecipar o pagamento de uma conta? Em determinadas situações que envolvam parcelamentos com ou sem juros.  

Algumas instituições financeiras oferecem descontos caso adiantemos a quitação de parcelas sem juros de uma compra realizada no crédito.  

O Nubank, por exemplo, tem uma taxa de desconto dinâmica. Ela pode ser aplicada sobre a soma das parcelas de uma compra que queremos quitar, resultando em um abatimento do valor. Mas é importante calcularmos se o desconto traz, de fato, vantagem financeira para nós.

Nesses casos, a pergunta que temos de nos fazer é a seguinte: se mantivermos o dinheiro conosco, aplicado, e pagarmos as parcelas nas datas de vencimento, como explicamos anteriormente, o rendimento obtido ao longo do tempo do parcelamento (meses) seria menor ou maior do que o desconto concedido pela instituição financeira caso optemos por antecipar e liquidar as parcelas de uma só vez?

Se o rendimento projetado for inferior ao desconto oferecido, então vale anteciparmos o pagamento das parcelas e ganharmos com o abatimento do valor. Se o rendimento for superior, então é melhor manter o dinheiro aplicado e pagar a prazo.

Exemplo: Suponhamos um parcelamento de 10 X R$ 100. Então, o banco nos oferece um desconto de 7% sobre o valor total das 10 parcelas (R$ 1.000) em caso de quitação integral hoje. Logo, ganharíamos um desconto de R$ 70.

Por outro lado, se nosso dinheiro estiver aplicado em um fundo que rende 0,8% ao mês, ao fazermos o cálculo do rendimento deste fundo sobre o valor total do parcelamento (R$ 1000) nos próximos dez meses, chegaríamos a um ganho de R$ 37,57 ao fim do período. 

Moral da estória: é melhor, neste caso, aceitarmos o desconto oferecido de R$ 70 para a antecipação integral do pagamento, pois este valor é maior do que o rendimento projetado ao longo dos dez meses, de R$ 37,57.

Veja o passo a passo dos cálculos

info pagar uma conta

Crediário com juros, IPTU e IPVA      

Outra situação que pode ser vantajosa é realizarmos o pagamento adiantado de parcelas com juros, desde que tenhamos recursos para isso. A instituição financeira que abriu o crediário deve descontar proporcionalmente os juros cobrados nas parcelas. Assim, pagamos menos juros por quitarmos as faturas antes da data.

O pagamento adiantado das parcelas do IPTU e do IPVA, optando pela quitação à vista para recebermos um desconto, é outra situação que pode trazer ganhos. Neste post do blog papelada, ensinamos os cálculos necessários para definirmos qual a melhor opção: pagar os impostos à vista ou a prazo

Contas organizadas e sob controle

No que diz respeito ao pagamento de contas, um ponto crucial – e o mais importante – é não perdermos prazos de vencimento e pagarmos em dia. Assim evitamos a incidência de juros e multas, que são muito danosos financeiramente.

Se pretendemos pagar as contas exatamente na data de vencimento e assim aproveitar ao máximo o rendimento do nosso dinheiro, então temos de redobrar a atenção com os prazos. Afinal, já estaremos no último dia possível para o pagamento da conta sem juros ou multa.

Aplicativos como o papelada, por exemplo, nos ajudam a organizar as contas e faturas, armazenando-as em um ambiente virtual único, acessível pelo celular. A ferramenta gera alertas sobre datas de vencimento das nossas faturas e nos avisa sobre contas não recebidas ou não pagas.

Com a ferramenta, controlamos melhor nossos prazos de pagamento, organizamos as nossas contas e mantemos distância dos temidos juros e multas cobrados no Brasil.