Vantagens e desafios de empreender em casal

Na alegria e na tristeza. Na saúde e na doença. Nos negócios! Algumas pessoas, além de compartilhar a vida a dois, optam por empreender em casal. Em alguns casos isso acontece naturalmente, quando ambos identificam uma oportunidade de empreender e acelerar as conquistas da família. Unir as habilidades para compartilhar o sonho de trabalhar no próprio negócio pode trazer grandes benefícios, mas também impõe desafios que precisam ser vencidos para manter equilíbrio nessa dupla sociedade. O papelada listou as vantagens e desafios de empreender em casal.

Vantagens:

  • Compartilhar um sonho

Empreender em casal traz a possibilidade de ambos trabalharem naquilo que sempre sonharam. Nesse caso, o empenho pessoal de cada um ganha um “plus” pois se o investimento for bem sucedido, a felicidade será muito maior do que uma conquista profissional.

  • União de habilidades

A frase “eles se complementam” faz ainda mais sentido quando o assunto é empreender em casal. Como já conhecem as qualidades, os defeitos e as preferências um do outro, podem usar esse conhecimento para dividir as tarefas e funções. A produtividade tende a subir, além de evitar sobrecarga de trabalho e até mesmo competições (sim, isso pode acontecer!).

  • Persistência e resiliência

Qualquer negócio está suscetível a adversidades. Quando um casal está à frente de uma empresa em dificuldades, a força para vencer desafios tende a ser potencializada por essa união. Afinal, além do negócio, a fonte de renda de ambos e de outros membros da família como os filhos, por exemplo, está em questão quando a empresa não anda bem.

Desafios:

  • Saber separar vida pessoal e profissional

Levar problemas de casa para o trabalho e vice-versa é o erro mais comum dos casais que trabalham juntos. É preciso ter maturidade para não deixar que isso aconteça. Uma dica é criar um código que seja proferido toda vez que uma das partes avance esses limites. Isso vai fazer com que o outro seja retirado daquele contexto e pense “ops! estou discutindo esse assunto no momento errado”. Mas cuidado. Empreender em casal não significa evitar assuntos delicados. É preciso apenas saber escolher o fórum adequado e as palavras certas para não melindrar a outra parte.

  • Lidar com dinheiro

Dinheiro é a causa da maior parte das discussões entre casais. Para evitar esse tipo de conflito, a questão financeira deve tratada da forma mais transparente possível.

Especialistas em finanças recomendam que os pares definam um pró labore mensal e que respeitem isso como regra de ouro.

Outro ponto que pode ser a ruína de um negócio é misturar as contas da família e com as da empresa. Se for possível, tenha alguém de confiança para cuidar dos números e foque na gestão e na parte criativa.

  • Respeitar as diferenças

Assim como falamos no começo sobre a união das habilidades, empreender em casal também exige saber respeitar as diferenças. Reconhecer que o outro tenha uma visão diferente pode ser um exercício inteligente para identificar outros pontos de vista.

Não há casamento nem sociedade 100% perfeitas. É por esse motivo que a tolerância e o respeito não podem faltar nunca. Do contrário ambas as relações ficam mexidas.

  • A cesta e os ovos

Lembra daquela história de que é perigoso guardar todos os ovos na mesma cesta? Se a cesta cair no chão e todos os ovos se quebrarem, vai demorar um tempo para reposição e limpeza da sujeira, certo? Esta metáfora é muito usada no mundo dos negócios para alertar as pessoas quanto aos perigos de colocar todos os recursos financeiros num único investimento. Isso é ainda mais delicado quando o empreendimento é familiar.  Portanto, quando um casal resolve investir energia e dinheiro em um empreendimento, é preciso ter um plano B, para o caso de o negócio não oferecer retorno na medida e no prazo esperados. Uma forma de precaução é fazer uma reserva financeira para ser usada em situações de emergência. Um dos cônjuges pode optar por manter o emprego e migrar gradativamente À medida que o empreendimento prosperar.

 

Na dúvida, recorra aos especialistas
Recentemente o Sebrae ´promoveu uma série de conteúdo chamada Sebrae a Dois para orientar casais empreendedores. Nesse vídeo o especialista em finanças André Dantas e a psicóloga Lígia Pereira falam sobre o tema.