5 PASSOS PARA MELHORAR A PRODUTIVIDADE. CHEGA DE PROCRASTINAÇÃO!

A tendência para a procrastinar começa cedo, ainda na infância. Quer um exemplo rápido? Levante a mão quem nunca deixou para fazer a lição de casa no domingo à noite, mesmo ouvindo os infinitos alertas dos pais “não deixe para a última hora”. Mas não desanime! Com a mudança progressiva de hábitos diários é possível começar a vencer essa vilã da produtividade chamada procrastinação.

Um estudo feito pela Universidade do Colorado apontou que influências genéticas nos levam a ter uma inclinação natural para procrastinar, ou seja, adiar tarefas está em nosso DNA. Isso porque durante milhares de anos o ser humano teve que lidar apenas com decisões imediatas, como o que comer ou onde se abrigar. O planejamento de ações futuras é algo relativamente recente se olharmos para história da evolução humana.

Somado a esse fator genético, as distrações disponíveis são muitas e irresistíveis. Ora nos perdemos naquelas atividades que não estavam previstas, como um telefonema, um copo fora do lugar, o apelo de um colega de trabalho. Ora somos levados a fazer aquilo que proporciona um prazer imediato como dar uma olhadinha nas mensagens pipocando no Whatsapp, aquele vídeo do youtuber favorito, ou uma escapada não programada para o café. Em resumo, a combinação desses fatores internos e externos nos levam a adiar as tarefas mais complexas ou prioritárias. E muitas vezes o saldo no fim do dia é: várias tarefas iniciadas, poucas concluídas, sentimento de culpa e baixa produtividade.

Não espere amanhã para colocar em prática as dicas que o papelada selecionou para ajudar você a lidar com a procrastinação e ter mais produtividade:

Quebre um grande objetivo em tarefas
Não adianta apenas fazer uma lista com grandes metas para realizar. Essa lista é importante para definir objetivos, mas é essencial ter bem claro o que precisa ser feito no dia a dia para a concretização no médio ou longo prazo.
Se os objetivos, por exemplo, for ler determinado livro, desmembre-o em “ler três páginas por dia”, por exemplo. Assim fica mais fácil começar e não deixar para amanhã.

Elimine as tarefas mais complexas no início do dia
Aquele relatório mensal de vendas ou a elaboração de um plano de ação que envolva muitas etapas, pagar as contas do mês, preencher uma planilha. Esses são apenas exemplos do que um típico procrastinador pode ir “empurrando com a barriga”. O indicado é enfrentar atividades mais complicadas logo no início do dia. No começo pode parecer difícil, mas com o tempo eliminar as atividades difíceis logo de cara traz muita satisfação, além de elevar o nível de produtividade.

Crie barreiras para a procrastinação
Está difícil se desconectar e focar naquele projeto que exige concentração? Deixe o celular em outro cômodo e instale plugins no seu computador que bloqueiam temporariamente o acesso a internet e as redes sociais. O papelada publicou um texto sobre como lidar com excesso de informações que dá dicas de quais app instalar (link para artigo).

Não seja perfeccionista
Iniciar algo do zero muitas vezes congela a ação. O desejo de fazer algo perfeito, como o idealizado, também. Receita perfeita para o “deixa pra amanhã”. A recomendação é apenas começar e manter o ritmo da produtividade. Uma ideia em andamento pode ser melhorada, aprimorada. Uma página em branco não.

A cada empreitada finalizada, uma recompensa!
Ofereça para si mesmo pequenos mimos cada vez que você conseguir terminar algo, sem adiar. Pode ser um chocolate quente ou um banho mais demorado. Esse sistema motiva a manutenção da produtividade e faz lembrar que nem tudo precisa ser penoso.