Currículo: 6 expressões que você não deve usar

Currículo bom é aquele que evita clichês e mostra resultados

Atualizar o currículo é sempre o primeiro passo para buscar uma nova oportunidade de trabalho.

Mas será que o seu currículo reflete suas realizações e mostra o progresso de sua carreira ou é apenas um grande emaranhado de clichês?

Para te ajudar nesta tarefa, trazemos hoje uma lista com 6 expressões que você não deve usar e dicas de como mostrar suas habilidades e colocar você no topo da pilha de currículos! Confira:

1) Team-player

Dizer que você é um team-player é um dos clichês mais usados em currículos, então tente encontrar uma nova maneira de dizer que você trabalha bem em equipe.

Você colaborou com alguém ou com um departamento para alcançar um objetivo comum?

Então coloque isso no seu currículo ao invés de uma vaga expressão que não demonstra nada por si só.

2) Tenho ótima comunicação verbal e escrita

Se você tiver um currículo bem redigido já será o primeiro passo para mostrar que você tem ótima comunicação, certo?

Mas pare e pense nesta frase por um momento: no que suas habilidades de comunicação podem contribuir para a posição que você está se candidatando?

Este deve ser o foco! Falar bem em público ou ter uma redação impecável podem ser imprescindíveis para algumas posições, então destaque especificamente o que você faz bem e não generalize tudo em apenas uma frase.

3) Solução de problemas

Quem não quer um “solucionador de problemas”?

Mas que problemas você já resolveu para torná-lo um problem solver?

Você implementou algum procedimento que diminuiu custos? Resolveu alguma disputa entre colaboradores? Otimizou processos?

Seja específico para ser memorável.

4) Profissional comprometido

Colocar isso no currículo é dizer o óbvio ululante, afinal todo profissional deve ser comprometido.

O que pode fazer a diferença é detalhar o que você já fez que demonstra esse aspecto, como cursos para melhorar seu desempenho ou como você atingiu uma meta realmente desafiadora.

Mostre ao recrutador que você é o candidato que está disposto a dar um pouco mais do que é pedido, ao invés de simplesmente usar uma frase feita como todos os outros candidatos.

5) Eu sou responsável por…

Todos nós somos responsáveis por algo, de faxineiros a CEOs.

Então, tire essa expressão batida do seu currículo e simplesmente coloque seu cargo, quais funções desenvolvia e como elas contribuíam para o sucesso da companhia.

6) Auto motivado

Entendemos que ao escrever isso, você quer dizer que não é um folgado que conta os minutos para deixar o escritório todos os dias.

Mas ser auto motivado é muito mais do que ficar mais tempo no escritório ou não precisar que alguém lhe diga o que fazer.

Pessoas motivadas pensam fora da caixa e estão sempre buscando novas e melhores maneiras de fazer seu trabalho e são essas inovações e iniciativas que você deve colocar no seu currículo.

Conclusão: Não escreva, mostre!

Para evitar que seu currículo seja apenas mais um numa grande pilha é importante evitar clichês e mostrar o que você é capaz de fazer.

Em um mercado de trabalho competitivo, seu currículo precisa ser memorável para que você seja chamado para entrevistas.

Encontre maneiras diferentes de transmitir suas habilidades e conquistas e quantifique o quanto você agregou em outras companhias.

Mostre que você não é um clichê, mas um profissional qualificado e único!