Entrevista de emprego: respondendo as 5 perguntas mais difíceis

Entrevista de emprego pode trazer perguntas capciosas

Entrevista de emprego acabam com os nervos de qualquer um, afinal você nunca sabe o que esperar.

Cada companhia e recrutador tem sua metodologia própria para avaliar candidatos, mas algumas perguntas parecem se repetir. E são sempre as mais complicadas de serem respondidas.

Assim, para ajudá-lo a se preparar para sua próxima entrevista de emprego, listamos as 5 perguntas mais difíceis que podem surgir e como se preparar para respondê-las.

1) Qual sua maior fraqueza?

Encontrar uma resposta que seja, ao mesmo tempo, franca e não acabe com suas chances de conseguir o emprego é realmente complicado. Mas não impossível.

E nada de usar a velha e boa desculpa do perfeccionismo, hein?

O importante aqui é mostrar que você reconhece essa fraqueza e está trabalhando para minimizar seus efeitos.

Exemplo de resposta: Sou impaciente. Eu tendo a querer respostas rápidas e perco a paciência quando outros atrasam o processo. Estou tentado entender que os outros tem muitas tarefas e tenho dado mais tempo para as pessoas responderem, com lembretes sobre o que for mais prioritário.

2) Qual seu maior fracasso?

Assim como na pergunta anterior, você deve dar uma resposta franca, mas também mostrar o que aprendeu e o que fez para minimizar este fracasso.

Exemplo de resposta: Meu maior fracasso foi quando perdi uma grande venda, porque não estava tão preparado como os meus concorrentes. Depois de receber a notícia que eles tinham fechado com outro fornecedor, eu liguei novamente para a companhia e consegui uma parte da venda ao oferecer um desconto. Com isso aprendi a estar sempre preparado e a não desistir depois do primeiro não.

3) Por que deveríamos contratá-lo?

Hora de vender seu peixe e mostrar o que você pode fazer pela empresa que outros candidatos possivelmente não podem.

Através de suas experiências e formação, você deve salientar suas qualidades e tudo que você pode acrescentar a companhia, quantificando sua performance.

Exemplo de resposta: Você deveria me contratar para esta vaga de vendedor porque trabalho duro e tenho experiência comprovada neste ramo. Nos últimos 5 anos, eu trouxe R$ 50 milhões de reais para meu antigo empregador e sei que com a estrutura desta companhia posso atingir números ainda melhores.

4) Você prefere trabalhar sozinho ou em equipe?

Ao mesmo tempo que você não quer parecer um lobo solitário, você também não pode passar a impressão de ser muito dependente da equipe.

A melhor resposta é um equilíbrio entre os dois, ilustrando que, em certas situações, você prefere trabalhar sozinho, mas em geral é um team player.

Exemplo de resposta: Quando a atividade exige apenas uma pessoa, eu prefiro trabalhar só e apresentar o resultado para a equipe e melhorar o produto final com o feedback deles. Mas se a tarefa é grande demais, eu prefiro trabalhar em equipe e colaborar para que todos possam entregar sua parte no prazo, afinal o sucesso ou fracasso será de todos, não apenas de um ou outro membro.

5) Você se sente subqualificado ou superqualificado para esta posição?

Mais uma vez, equilíbrio é a melhor resposta para esta pergunta.

Liste todas as qualidades que fazem com que você se sinta superqualificado para a vaga e, ao mesmo tempo, aponte os itens que você precisa melhorar ou aprender para desenvolver melhor suas atividades.

Exemplo de resposta: No que diz respeito a experiência neste ramo, me sinto subqualificado, porque ainda não trabalhei nele, mas já estou familiarizado com toda rotina do departamento e acredito que neste aspecto sou superqualificado para posição.

Conclusão

Em qualquer entrevista de emprego, tenha em mente que nós mesmos sempre somos nossos críticos mais duros.

Fique calmo, pense nas respostas e tenha seu currículo na ponta da língua. Aliás, sobre o famoso CV, vale a pena ler este outro post aqui.

Quanto mais preparado você estiver, menos nervoso vai se sentir.