CAIXA POSTAL DIGITAL: CHEGA DE PAPEL!

Os papéis que utilizamos para o pagamento das nossas contas estão em extinção. As faturas, contas, boletos, documentos e comunicados que recebemos todos os meses, impressos, via correio, estão migrando das caixas postais metálicas de nossas casas para o ambiente digital. Este movimento tecnológico é global e sinaliza sobre como será o futuro do recebimento, pagamento e armazenamento de contas e documentos pessoais. O serviço, conhecido como digital mailbox, ou caixa postal digital, já é realidade na Noruega, Canadá, Estados Unidos, Dinamarca e Austrália, e também no Brasil, com o lançamento do aplicativo papelada em 2016, pioneiro no país.

O avanço dos serviços de caixa postal digital acompanha o desenvolvimento da mobilidade – característica que tem transformado o nosso comportamento desde a virada do século, com a disseminação dos celulares, da internet móvel e da banda larga. Segundo relatório da União Internacional de Telecomunicações (UIT), de 2015, o número de celulares no mundo ultrapassou a barreira de 7 bilhões de unidades, com 3,2 bilhões de pessoas com acesso à internet. Diante deste contexto, é natural que o processamento, recebimento e pagamento de contas e faturas deixem o “mundo analógico” para abraçar o digital. Ou seja: estamos trocando o papel pela conta na tela do celular; os arquivos de documentos físicos pelo armazenamento na nuvem; a caixa de correio pela caixa postal digital.

Como essa tecnologia funciona? E como pode nos ajudar? Vamos pensar na nossa rotina. Todos os meses, recebemos várias faturas, contas e comunicados de empresas e instituições com as quais mantemos relações comerciais e fiscais. A maior parte desses documentos chega até nós pelo correio, por e-mail ou até SMS (códigos de barras, por exemplo). Precisamos então organizar todos os documentos, verificar os valores cobrados, checar a data de vencimento das contas e nos programarmos para não esquecermos de pagar! Caso contrário, arcaremos com juros e multas. Mas essa rotina está mudando rapidamente, e para melhor. Por meio de sistemas disponíveis em aplicativos de celular ou navegadores, cada um de nós pode ter a sua caixa postal digital. As empresas encaminham nossas contas e comunicados diretamente para a nossa caixa. Em um só ambiente, nossas faturas estão reunidas e organizadas. O serviço nos avisa sobre prazos de vencimentos, contas não pagas e, ainda, realiza a análise financeira dos nossos gastos. Pagamos as contas diretamente no aplicativo, que se conecta aos nossos bancos, sob a proteção da criptografia, o que evita cairmos em fraudes com boletos, por exemplo. E, por fim, guardamos nossos documentos na caixa postal digital, caso necessitemos consultá-los posteriormente.

O que ganhamos com as caixas postais digitais? Esses serviços facilitam nossas vidas e poupam o meio ambiente. Perdemos menos tempo com papelada, somos mais eficientes e organizados nos nossos pagamentos e contribuímos para o meio ambiente com a redução expressiva do uso do papel, que requer árvores, água e energia para sua produção.

Exemplos de serviços de caixas postais digitais em todo mundo confirmam que este é o caminho para o futuro do processamento, recebimento e pagamento de contas, com seus sistemas rodando em aplicativos para celular ou navegadores:

. Epost (Canadá): lançado em 2000, o serviço tem 7,5 milhões de usuários e mais de 100 empresas (ou emissores) cadastradas. – 

. DigiPost (Noruega): tem 1,3 milhão de usuários e 4 mil empresas cadastradas, que emitem suas faturas diretamente para as caixas postais digitais dos consumidores.

. E-boks (Dinamarca): fundado em 2001, o serviço de caixa postal digital é utilizado por mais de 10 milhões de pessoas e 30 mil empresas.

. Doxo (Estados Unidos): com sede em Seattle, o serviço, lançado em 2011, tem mais de 40 mil empresas cadastradas na sua base e mais de 1 milhão de usuários. Entre seus investidores está Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon.  

. papelada (Brasil): lançado em 2016, o serviço planeja ter 6,5 milhões de usuários até 2020. Atualmente, já tem 90 prefeituras cadastradas para a emissão do IPTU para as caixas postais digitais de 3 milhões de pessoas. 

Vem conhecer: https://www.papelada.com.br/