Crowdfunding: inspire-se com casos que deram muito certo

O crowdfunding é uma forma de financiamento coletivo que tem se popularizado cada vez mais no país. Diante desse fato, se multiplicam também as histórias inspiradoras de pessoas e de empresas (inclusive as grandes) que tiveram sucesso ao utilizar o crowdfunding para tirar uma ideia do papel, seja para lançar livro, financiar o sonho de um paratleta e até mesmo gerar engajamento em um determinado público para uma marca.  Vem com a gente e conheça esses “causos” além de dicas para que você também alcance sucesso na sua campanha de crowdfunding. Já pensou?

Se você ainda não sabe muito bem como funciona o crowdfunding, dá uma olhada antes nesse artigo do papelada. 

Recentemente, a nossa equipe acompanhou uma palestra na Social Media Week da Viviane Sedola, co-fundadora da Kickante, uma das plataformas de financiamento coletivo mais conhecidas no Brasil. Para ela, ao descentralizar o dinheiro, o crowdfunding desempenha um papel social e oferece a oportunidade de mais e mais pessoas darem continuidade aos seus projetos. Esse é um dos grandes propósitos da Kickante com o crowdfunding.

Ela compartilhou alguns dos exemplos que você vai conhecer abaixo, de pessoas e marcas que souberam extrair o melhor de suas campanhas em plataformas de financiamento coletivo.

Paratletas e atletas independentes

Muitos atletas encontram dificuldades de conseguir patrocínio, mas nem por isso desistem de seus sonhos. No caso de paratletas, além de patrocínio, eles também precisam financiar equipamentos especiais para as competições, como próteses e aparelhos adaptados. A Kickante tem muitos casos como esse de campeões que batalham para chegar nas competições.

A paratleta Danielle Nobile obteve sucesso com uma campanha para arrecadar fundo para uma nova handbike, já que a sua não atendia os critérios para participar de competições internacionais. Depois do encerramento da campanha, ela rifou a handbike antiga e doou o valor para o projeto Pernas de Aluguel.

Nunca se lançou tanto livro fora do mercado editorial

O número de autores que financiam seus livros com crowdfunding é imenso e edições lançadas no último ano já superam os exemplares que chegam no mercado por meio do mercado editorial formal, segundo Viviane Sedola (estou aguardando esse número)

A própria fundadora do Kickante, Candice Pascoal, viabilizou o lançamento de “Seu sonho tem futuro” com o financiamento coletivo. E olha que bacana! Edições impressas e online do livro foram oferecidas como recompensa pela contribuição.

Como engajar com crowdfunding? Doritos te explica

Com doações de R$ 20, a campanha de Doritos ajudou a instituição de apoio ao movimento LGBT Casa 1 que acolhe pessoas que foram expulsas de casas e estão expostas a situações de risco.

Em troca, os doadores receberam um kit DORITOS® Rainbow especial, que incluía além da edição especial das tortilhas, uma réplica da bandeira LGBT original.

Nem precisa dizer que a marca Doritos gerou muito engajamento de público e fez o maior sucesso nas redes sociais!

Ofereça uma recompensa inesquecível

Algumas pessoas que contribuíram com a campanha para financiar a gravação do DVD da cantora Elza Soares puderam tomar champagne com ela no camarim.

Já a cantora e pianista Leila Pinheiro ofereceu um pocket show exclusivo de 40 minutos para quem contribuísse com quantias mais altas. Uma fã arrematou essa recompensa.

É claro que ambas ofereceram também cópias de seus CDs e DVDs para a maioria dos doadores. Mas uma forma de elevar a cota é dar recompensas exclusivas e que tenham um valor sentimental.

Então se você já tem uma parcela considerável de fãs (blogueiros, por exemplo), pense nessa possibilidade.

 

O que você tem a ver com isso? Tudo!

Se você ficou inspirado com as histórias que contamos, dá uma olhada nessas dicas para uma campanha de crowdfunding de sucesso:

# Dica 1: Divulgue como se não houvesse amanhã

Viviane Sedola da Kickante conta que o fundamental é divulgar sua campanha “como se não houvesse amanhã”, palavras dela. No blog da Kickante há uma série de posts com dicas e estratégia, mas o essencial ainda é engajar pessoas do seu círculo e que tenham alguma afinidade com o propósito do seu projeto.

#Dica 2: As redes sociais geram muita conversão

A Kickante fez um levantamento que mostrou de 50% a 70% das doações vem de posts diários nas redes sociais. Portanto, se quer divulgar, faça conteúdos diários relacionados à causa da sua campanha, explique suas motivações, faça lives no Facebook para deixar a comunicação mais humanizada e não esqueça do Twitter.

#Dica 3: O e-mail também é seu aliado

Outro levantamento mostrou que o e-mail traz um retorno para as campanhas de crowdfunding que vai de 15% a 30%. Então use com sabedoria essa ferramenta também.

#Dica 4: para sua lista VIP, faça ligações

Sabe aquela boa e velha tecnologia chamada telefone? Então, para as pessoas mais próximas e que potencialmente podem contribuir com sua campanha de financiamento coletivo, faça uma ligação. Para demonstrar a importância daquele contato, separe alguma informação exclusiva para compartilhar. Isso é uma forma de demonstrar que aquela pessoa é importante mesmo.

Para fechar…

Há algum tempo falamos aqui sobre como transformar seu talento em um negócio, algo que pode ser valiosíssimo em tempos de crise, lembra? Então resolvemos fazer esse post, para mostrar que há muitos jeitos de conseguir isso, é só abrir a cabeça.

Então, fica a dica: não espere muito para desengavetar aquela ideia, aquele livro, aquele projeto. Tem muita gente querendo ajudar e o crowdfunding certamente pode contribuir. Empreenda!